Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Games’ Category

Pra acabar com a vida do sujeito! Só pode…

Bom, pelo menos é mais ou menos assim comigo.  Eu bem que tentei me manter longe desse jogo, pois eu sei o que jogos desse tipo fazem com a minha pessoa, é vício na certa. Skyrim é o tipo de jogo que me consome ao extremo. Mas de tanto ver o povo comentar, de tanto vídeo surgindo, de tanto blablabla e I took an arrow in the knee, que no final do ano passado não resisti e tive que comprar a versão de Skyrim de pc no steam.  E como a Lei de Murphy impera uma semana depois de ter comprado o jogo, ele entra em promoção… fazer o que, faz parte…

Voltando ao jogo,  Skyrim é aquele tipo de jogo que dificilmente irei dar final se não me concentrar, isso porque eu tenho um problema sério, onde eu quero fazer todas as quests, treinar todas as skills, comprar casas, etc… Quem já jogou Ultima Online comigo sabe muito bem o quanto eu tenho problema em ficar subindo skills por mais inútil que ela seja… Fora esse fator, quando vicio em algum jogo tudo ao redor começa a me lembrar o jogo, estou andando e olho pro céu e de repente vejo um pássaro lá no alto bem longe, aí eu penso, nossa até lembra um dragão… e começo a sonhar com dragão, e por aí vai…

Quando vi que iria sair uma Collector’s Edition (CE) de Skyrim, pensei “eu quero uma dessas pra mim”, e não deu outra, quando vi o jogo em promoção no eStarland não resisti e tive que comprar. Comprei a versão para o xbox 360. Fiquei meio apreensiva, pois pelo tamanho do pacote a probabilidade da encomenda ser taxada é enorme. Mesmo assim, calculei mais ou menos quanto daria de taxa e já contava que iria desembolsar essa parcela. Mas pela glória de todos os Dragonborns, eis que a caixona com a divina CE (que tinha mais de 6kg), não foi taxada *-* e chegou em 14 dias desde a data de envio.

Além da estatueta perfect do Alduin, o artbook que vem é fabuloso, com a capa meio que imitando couro envelhecido, símbolo em alto relevo, e as artes uma mais linda que a outra. Vem um bonus disk com um documentário/making of. E ainda tem um mapa de Skyrim, que deu vontade de eu pendurar na parede da minha sala xD

Abaixo algumas fotos da minha CE de Skyrim:

  
    
     
 
Pensei em fazer um vídeo de unboxing, mas como eu não curto esse negócio de gravação, de falar, e ainda tem o fator preguiça, resolvi só tirar essas fotinhas mesmo. Mas deixo aqui recomendado dois vídeos de unboxing que achei ótimos: o da Vivi Werneck do Girls of War e do Theo Medeiros do Portallos.

Desde o ano passado comecei a comprar algumas CE de jogos. Estou pensando em ir postando aqui aos poucos. Sei que o blog ficou parado por muito tempo (último post tem quase 1 ano!), mas vamos ver se esse ano eu consigo dar uma atualizada nisso aqui 🙂

Ah, devo ter em torno de 80 horas de jogo (no pc), meu char é um Nord, level 36, Líder dos Companions, me aliei aos Imperials, sou Bardo, faço parte da Guilda dos Ladrões e Dark Brotherhood. E a única skill que consegui gmzar (pode usar esse termo?) até agora foi smithing, atualmente treinando enchantment.

Então é isso pessoal, FUS RO DAH!

Read Full Post »

Provavelmente quem costuma frequentar meu blog é porque tem interesse em jogos, já que a maioria das pessoas que sempre dá um pulinho aqui, ou eu conheci através de outros blogs relacionados à games ou trocando ideia sobre games no twitter. Se você é um desses que acompanham notícias sobre videogames diariamente, certamente você já ouviu falar no projeto Jogo Justo, e sabe que no dia 29/01/11 ocorrerá o Dia Nacional do Jogo Justo. Mas como divulgar não custa nada, quem sabe com esse post, alguém desinformado fique atualizado e passe a ser mais um adepto deste projeto.

Caso você não saiba o que é o projeto Jogo Justo:

Fundado por Moacyr Alves Jr. com apoio do deputado Luís Carlos Busato, o Jogo Justo foi criado dentro de uma comunidade e independe de ordem política, empresarial e da geração de lucros. O projeto Jogo Justo é uma iniciativa que busca diminuir a carga tributária nos jogos eletrônicos importados vendidos no Brasil, que chega aos 72,18%. A intenção é mostrar, por meio de um relatório baseado em informações comerciais de desenvolvedores e lojistas, que o mercado de games nacional tem um enorme potencial. Como comparação, será utilizado o que ocorreu no México, onde o mercado de jogos cresceu 8 vezes após a diminuição da carga tributária. O projeto Jogo Justo visa diminuir o preço dos games, dos aparelhos de videogame e de seus periféricos, fazendo assim com que o consumidor final tenha cada vez mais contato com os games, forma de cultura cada vez mais disseminada no mundo. Como consequência disto, o mercado nacional brasileiro irá se desenvolver, além da possibilidade de mais produtoras se instalarem no Brasil, gerando, de forma gradativa, mais empregos no setor.

Fonte: tio wikipédia

Agora, depois de explicado aos senhores “eu não sei nada do que se passa no mundo dos gamers”, podemos falar do evento. Pois então, o Dia do Jogo Justo contará com um completo ciclo de palestras, debates, atividades e exposições focando todos os aspectos da indústria, comércio e cultura dos videogames. Estas atividades irão ocorrer simultaneamente em diversos pontos de todo o país durante o decorrer do dia 29/01/11.

Segue a programação do Dia do Jogo Justo, retirada do site oficial do projeto.

 


.

São Paulo

Faculdade Impacta
Rua Arabe, 71 – Sta Cruz
Próximo a estação de Metrô Sta Cruz

Ciclo de Palestras e Debates

9:00 – Abertura oficial – Solenidade e Apresentação do Jogo Justo e Acigames – Moacyr Alves Junior

9:30 – Palestra Tributos Eletronicos – Dr. Marcos Chien

10:00 – Palestra Os Jogos na educação – Jaderson / ONG Jogos Pela Educação

10:30 – Games e Liberdade de Expressão – Arthur Protásio

11:00 – Palestra Adobe

11:30 – Palestra Concept Art para Jogos Digitais Kao Tokio

12:00 – Debate com integrantes da Acigames

13:00 – Almoço

14:00 – Oficina Pensar e criar games – Sabrina Carmona, Thais Weller e Ana paula Severo

14:30 – Palestra Games e Artes – Escola Saga.

15:00 – Palestra Autodesk (palestrantes internacionacionais)

16:00 – Quiz Games

17:00 – Seleção de videos “Loucos por jogo justo”

17:30 – Espaço Impacta

18:00 – Encerramento

Salas de Exposição e Atividades

Espaço Impacta

Espaço Saga

Espaço ONG Jogos pela Educação

Oficinas musicais Chipmusic (Andre Pagnossim, Dred V e Eduardo)

Espaço Trilha sonora para games por Thiago Adamo / Pixel DJ

Espaço Camisetas Oficiais Jogo Justo

Espaço Empresas Nacionais de Jogos


.

Porto Alegre

UNISINOS Porto Alegre – CIEE
Av. Dom Pedro II, 861
Salas 604 e 605, 6º andar
Porto Alegre/RS – 90550-142
(51) 3590-8898 ou (51) 3591-1122 ramal 4140

Ciclo de Palestras

13:30 – Desenvolvimento rápido de jogos 2D com GameMaker – Mauricio B. Gehling

14:30 – Oficina: desenvolvendo criaturas fantásticas para jogos e animação (desenho) – Daniel HDR


.

Belo Horizonte

PUC Minas
Anel Rodoviário Km 23,5 – Rua Walter Ianni, 255
São Gabriel – Belo Horizonte – MG

Atividades

Durante todo o período da manhã, será realizada a “Mostra de Dispositivos de Interação”, com antigos e novos consoles para experimentação dos presentes.

Dentre os dispositivos, estarão disponíveis Telejogo, Atari 2600, Master System I, Super Nintendo, Nintendo 64, XBox 360, e Wii.


.

Recife, Salvador, Brasília e São Paulo (Lapa e Tatuapé)

Escolas SAGA
Verificar endereços em http://www.saga.art.br

Atividades

As unidades mencionadas da Escola SAGA estarão oferecendo um treinamento gratuito a escolher. O treinamento deve ser agendado previamente pelo interessado, diretamente com a unidade.


.

Além desses eventos, assim como ocorreu no ano passado, haverá uma pequena abertura de vendas online de jogos a preços bastante acessíveis. Tá rolando no Fórum UOL comentários sobre preços e quantidades, não sei se é verdadeiro, mas saiu também no Blog WiiClub, então segue nem que seja por curiosidade:

  • Nintendo DS: 34 títulos em promoção, total de 13 mil peças no país
  • Playstation 3: 26 títulos em promoção, 20.100 peças, títulos a preço variando de 49 reais até 99 reais, mais de uma leva de jogos
  • Nintendo Wii: 13 títulos, 7 mil peças, preço variando de 49 até 79 reais
  • PSP: 5 títulos em promoção, 1.500 peças, preço variando de 49 a 79 reais
  • Xbox 360: 33 títulos em promoção, 19 mil peças, preço variando de 49 a 79 reais
  • PC: 5 títulos em promoção, 5 mil peças, preço único de R$ 19,90
  • Playstation 2: 6 títulos em promoção, total de 6.100 peças, preço único de R$ 29,90
  • Acessórios: controles DualShock 3; controles Xbox 360; guitarras Guitar Hero; mesas DJ Hero; bundles Rock Band
  • Lojas Participantes: Walmart (só site), NC Games (fornecedora das lojas), Zap Games, UZ Games, Megalogame, GameTech, Magic Games, OVNI Games e Miranda Computação. As vendas começam a partir das 10h da manhã e terminam até acabarem os estoques.

Acho muito legal o avanço deste projeto que repercurte cada vez mais na mídia, tentando alcançar a todos. Eu, como gamer desde que me conheço por gente, ficarei muito feliz quando os objetivos deste projeto se concretizarem, fazendo com que os brasileiros possam com seus salários  de merda ao menos conseguir comprar seus jogos por um preço acessível. Por exemplo, eu mesmo não compro jogos por aqui há tempos (acho que o último foi o Rock Band Beatles, mas porque esse ficava difícil pra importar né xD)… Desde que consegui um cartão internacional, praticamento só compro meus jogos lá fora, pois são abusivos os preços daqui… Então, você que também é gamer, vamos apoiar, colaborar, divulgar, e JOGO JUSTO neles!

Read Full Post »

Esses dia vi uma twittada de uma amiga que tinha algo sobre ColheitaFeliz/mãe/ironia/crítica/HarvestMoon, acho que mais ou menos com esses termos…

Fiquei refletindo sobre isso, e sobre esse boom de joguinhos (que até sua mãe, tia, vó estão jogando) que surgiram nas redes sociais, Colheita Feliz, Mini Fazenda, Farmville e por aí vai… E como as pessoas que sempre te criticaram pelo seu vício, hoje fazem praticamente a mesma coisa.

Aí eu lembrei de que quando eu ficava horas e horas no meu Game Boy Color jogando Harvest Moon. Muita gente me perguntava qual era a graça de ficar jogando um joguinho que simula a vida na fazenda, de arar terra, plantar, regar, vender, criar animais, ser fazendeiro. E por mais que eu tentasse explicar que eu gostava daquilo, que eu achava o máximo poder ter a minha fazendinha, começar com uma galinha e depois de um tempo ter um belo dum gado com a melhor produção de leite da cidade, a única coisa que ouvia era um “Nossa, realmente você é esquisita… Gostar de uma coisa dessas, que coisa mais sem graça! E chata!”. 

E eu na minha esquisitice ficava lá, em um cantinho jogando sem muito me importar de ser taxada de estranha, esquisita e até mesmo anormal, afinal de contas eu sempre gostei de coisas da cultura nerd/otaku/gamer, então já estava mais que acostumada com esses tipos de comentários.

Atualmente, filosofando sobre o comportamento humano, vejo como certas coisas que antes consideradas como coisa de gente estranha, hoje são mais do que pop. Que o papel se inverte, e ser o esquisitinho da turma é não jogar o tal Colheita Feliz, “Mas como assim você não joga? Tá todo mundo jogando seu desatualizado, é o joguinho do momento, tu vive em que mundo?”. E você, caro amigo, que antes era taxado de anormal por gostar de um joguinho chato que imita a vida pacata da roça, mais uma vez é o estranho da turma.

Pensamento vai, pensamento vem, acabei lembrando de outra coisa que virou pop atualmente, que sempre curti e era muito criticada por isso, os vampiros… Ah os vampiros… Como tinha gente que me olhava de cara torta quando eu falava que achava vampiros seres lindos, maravilhosos, extraordinários, magníficos. Na minha mente eles sempre foram assim, e muito antes de aparecer vampiros românticos mamãocomaçúcar purpurinados.

Foi então que percebi que aquilo que é normal é aquilo que lhe convém. As pessoas só acham normal, aquilo que só lhes interessam, coisas que no momento não fazem parte do seu padrão é coisa de gente anormal. Você gostar de uma coisa meio underground é coisa de gente estranha, porque quase ninguém conhece, ou melhor, só um pequeno nicho conhece.

E se um dia essa coisa se tornar popular, ah meu amigo, anormal passa a ser não conhecê-la.

Isso foi apenas um desabafo de uma pessoa que sempre foi nada normal 😛

Read Full Post »

[MEME] Pecados Gamísticos

Fui convidada pelo Cyber Woo do New Old Players para participar do MEME PECADOS GAMÍSTICOS. Quando vi o nome logo pensei, ih ferrou, vou ter que confessar que já usei Game Genie e Game Shark para conseguir terminar alguns jogos, shame on me xD

Mas ao ir lá conferir o meme, vi que não bem isso, na verdade é para revelar aqueles jogos que temos vergonha de não ter jogado ainda (acho que é isso!). O meme começou no Game Retrô.

Depois da revelação toda, muita gente vai achar que eu sou uma jogadora de meia tigela hahaha xD. Mas fazer o que, vamos para o confessionário Bial!

 

Franquia Final Fantasy – “eu ainda vou terminar todos os Final Fantasy, I want to believe…”

Se é pra revelar as coisas, então vamos começar com uma bombástica. Final Fantasy? Como assim? Quem já teve a oportunidade de conversar comigo sobre games certamente me ouve  falando de final fantasy pra cá, final fantasy pra lá, e sabe que coleciono os jogos dessa franquia, então por que ela está sendo citada aqui?  Pois é amiguinhos, vou ter que decepcioná-los, mas apesar de colecionar os jogos ainda não tive tempo de jogar muito deles, para amenizar um pouco a minha culpa, já joguei alguns sim, mas muito pouco, a ponto de nem chegar na metade do jogo. So, shame on me… Mas como eu já prometi para mim mesma, antes de morrer vou terminar todos os Final Fantasy que conseguir juntar até lá xD

 

Franquia Dragon Quest – “nunca joguei dragon quest”

E você ainda se diz gostar de jogos de RPG? Ahh, fui crucificada agora pelos rpgistas de plantão… Mas é verdade, ainda não joguei sequer algum Dragon Quest. Mas ainda tenho tempo de me redimir, não é mesmo? E também tenho que viver, ao menos uns 100 anos, para conseguir jogar todos os jogos de RPG que quero xD

 

Chrono Trigger – “juro que um dia termino!”

Agora perdi os poucos créditos que tinha com os rpgistas, uns devem estar comentando, essa garota tem problemas sérios, diz gostar de RPG e não terminou nenhum Final Fantasy, não jogou nenhum Dragon Quest e agora me vem com essa… Sabe o que é? Tentei jogar em emulador já que não consegui um cartucho do SNES para comprar, mas eu odeio emuladores, o que fez com que eu parasse de jogar logo. Agora eu tenho a versão do DS, vamos ver se assim pelo menos eu termino, mas esses jogos precisam de tempo para se jogar com calma, e ultimamente tá dificil viu, e se começo a jogar, paro logo depois, e esqueço de onde parei, e tenho que começar tudo de novo…

 

Super Metroid – “Samus, who?”

Um dos consoles que mais joguei na infância foi o SNES, e um jogo que nunca tive a oportunidade de jogar é o Super Metroid. Bom, como alguns sabem, quem comprava meus jogos era papai, sim, foi ele que me levou para este vício, então eu não escolhia meus jogos e nem tinha noção sobre quais eram tops e tal, saía jogando os que apareciam aqui em casa e pronto. Nessa brincadeira, Super Metroid passou batido ao ponto de eu só ouvir falar em Samus Aran em Super Smash Bros do n64. Mas como boa nintendista que sou, um dia ainda jogo este também, ou não.

 

Franquia Kirby – “bolinha fofa rosa sugadora da nintendo? ham?”

Outro jogo que passou batido por mim… Assim como a Samus, só fui conhecer este ícone da nintendo em Super Smash Bros, e só fui pesquisar sobre o Kirby (anos depois) porque ele virou o personagem que eu mais jogava em SSM.

 

Master System e Mega Drive – “e não é a mesma coisa?”

 Ouch! Ah tá, um é de 8bits e outro de 16bits… Juro que nunca soube qual era qual… Tá, já deu para perceber que sou nintendista mesmo né… Minha infância foi só nintendo, nintendo e nintendo. Em função disso já deu para perceber que perdi uns jogos clássicos desses consoles, não? Então vou listar uns joguinhos que não pude  jogar e gostaria de ter jogado quando era criança: Golden Axe, Alex Kidd, Sonic, Streets of Rage. Bom foi os que lembrei agora…

 

Então tá né, chega de confissões (de minha parte), porque já estou mais queimada que Joana d’Arc. E que atire a primeira pedra quem nunca pecou! Convido o meu querido amigo gusta para participar e a Cindy do Disk Chocolate. Se você não tem blog e quiser nos contar seus pecados é só comentar aí 😛

 Blogs Já Confessados:
Game Retrô;
GLStoque;
 
Blogs Convidados:
Dingoo BR;
Retrofantasy;  
– Gagá Games;
ShuGames;

 

Read Full Post »

Pois é, mais uma vez estou um pouco atrasada… Mas nunca é tarde para um divulgaçãozinha, não é?

Ano passado, o site Nintendo Blast, lançou a sua revista digital. Hoje ela está na terceira edição.

Só agora consegui ler as edições, e posso falar, a revista é impecável de tão caprichada, tanto pela beleza do design quanto pela equipe de alto gabarito.

Uma das colunas que achei bem interessante foi a de GameDev. Outra que gostei bastante também foi a Game Music. Ahhh, todas são ótimas, só conferindo para ver 😛

Então fica aí a recomendação da mais nova leitora de carteirinha da Revista Nintendo Blast.

Read Full Post »

Primeiramente, quero desejar um Feliz Ano Novo a todos os malucos que leem o que escrevo por aqui. Muita Paz, Felicidade, Saúde, Amor, e todo aquele blablablá que todos desejam para todos. E aí, como foi a virada de vocês? Para o primeiro post do ano, nada melhor do que contar a jogatina desse feriado, né? xD

Como eu sou um ser que, cada vez mais, fico mais antissocial, passei o feriadão em casa, noivo tava aqui e veio uns parentes. E enquanto o povo ia para praia eu e meu noivo ficávamos em casa jogando Street Fighter IV do PS3, aproveitar que era a única hora que a TV ficava livre.

Street Fighter é nostalgia pura, quantos Adugem, Róuguem, Téctécteruguem, Cucuz, Alequiful, Tiger Robocop entre outros sons que a gente ouvia e que hoje sabe que não é nem um pouco parecido com isso.

Uma coisa que fiquei triste ao jogar SFIV, eu vi como sou noob demais, sério mesmo, noob do tipo que o EASY é dificil demais, o VERY EASY é dificilzinho, e o EASIEST é for noobies, mas senti que o chefão apela.

Pois então, ficamos tentando abrir os personagens, só que é um processo meio demoradinho, até que li em algum site, que para liberar os personagens poderia ser no EASIEST e apenas com um round, depois da dica ficou bem mais rápido…

Liberamos os que precisavam de terminar o modo Arcade com determinados lutadores e ficou faltando liberar o chefão, Seth (que para mim é cópia do Dr. Manhattan de Wacthmen). Faltou liberar o maldito porque tivemos um trabalhinho ao jogar com o Blanka, alguém aí sabe jogar bem com ele? Ô bichinho ruim… Não sei se era o sono também, duas da madrugada, não tava rendendo nada, então  resolvemos dormir e tentar no outro dia…

De energias renovadas, alex conseguiu vencer com o Blanka e continuamos na jornada de terminar o modo com all personagens, mas eis que encalhamos em outro personagem joinha, El Fuerte. Então ainda falta zerar com alguns para liberar o dr manhattan Seth.

Foi bem legal a jogatina do final/começo de ano, rendeu boas risadas com o vídeo do mundo canibal e o texto do desciclopédia.

Para quem ainda não viu o vídeo, impossível não rir:

 

Comparação Dr. Manhattan x Seth:

Única diferença, é que o dr manhattan tem pinto e o seth tem bola -.-

 

Então é isso, mais uma vez Feliz Ano Novo, algo me diz que esse ano promete! Ah e contaí como foi seu feriado também 😛

Read Full Post »

Pois é, já passou quase uma semana e só agora estou fazendo o post. Meu aniversário foi sábado dia 26 de setembro, mas recebi os parabéns em praticamente todos os dias dessa semana, dos que erraram o dia, dos que se esqueceram  e eu tive que lembrar, dos que só lembraram atrasado e por aí vai. Hoje mesmo eu recebi uns parabéns lá no trabalho. Mas sem problemas, não fico chateada com essas coisas, pois eu também costumo esquecer o níver dos outros xD

Resolvi fazer este post para contar e deixar registrado aqui como foi o dia 26 de setembro deste ano para mim.  Para começar, acho que a idade vai deixando as pessoas mais desanimadas com as ditas festinhas, ou não, vai ver o problema de desânimo é meu mesmo. Este ano meu noivo não pode vim, e eu não estava com vontade de fazer coisa alguma para comemorar. Tinha em mente então ficar em casa e ler os mangás de Death Note. Porém, nem tudo sai conforme você planeja e isto pode ser muito bom algumas vezes. Então vamos para a historinha…

Meu querido diário… A tarde, gusta me ligou perguntando se estava fazendo algo, falei que não, e ele veio aqui fazer uma visita. Conversamos sobre animes, mangás, jogos e todas essas coisas que a gente gosta. Além dele ter bagunçado minha estante e pegar Anjos e Demônios emprestado, ele me fez procurar ROM de Scribblenauts para DS, pois ele queria saber como era o jogo. Fazia tanto tempo que eu não usava o R4, que com a versão que tinha (v.1.14), o jogo não rodou e tivemos que atualizar (v. 1.18).

scribblenautsDepois de atualizado, testamos o tão  bem falado Scribblenauts. Na verdade quem estava com o DS era gusta, eu fiquei do lado dando palpites e só no domingo mesmo que peguei para jogá-lo. A princípio não achei o jogo na altura daquele hype todo que tanto falaram pelos sites por aí, mas posso ter tido esta impressão porque primeiro tem que fazer um tutorial chatinho. O legal do jogo é tentar ficar pensando nas mais mirabolantes e bizarras estratégias para se resolver os puzzles, rimos bastante com as besteiras feitas e com gusta se matando sozinho. Algumas coisas que achei foda, foi fazer um buraco negro, uma máquina do tempo, e montar num pterodáctilo.

Achei o jogo bem legal, porém depois de um tempo eu fico fazendo sempre as mesmas coisas, sim, minha criatividade é bem limitada. Creio que gusta curtiu o jogo também, de qualquer forma ele pode expressar a opinião nos comentários já que está sempre por aqui. E aproveito para agradecê-lo pela visita, foi bem divertida 🙂

Além de passar a tarde toda jogando DS com gusta, a noite resolvi ligar o Wii. Pois é, meu Wii tava com poeira de tanto tempo que eu não jogava. Bem, resolvi jogar Wii porque de manhã tinha lido no Nintenerds que teria uma jogatina online de Mario Kart com os leitores e alguns dos membros do site. Como nunca tinha testado o serviço online do Wii, deixei meu friend code lá nos comentários e procurei o volante que tinha sumido para tentar comparecer ao evento. 

mario kart wiiUmas nove e pouca da noite, liguei o Wii e logo depois estava no twitter e num chat no msn com o povo da jogatina. Se contarmos, acho que ficamos mais tempo tentando começar uma partida do que jogando em si, “Valeu WFC!”. Tirando essas falhas técnicas, a jogatina foi muito divertida, a galera é bem animada e joga muito bem (tenho que treinar muito para ficar no nível desse povo), altas noobices de minha parte. Jogamos partidas de corridas cada um por si, de time e até battle (acho que em nenhuma categoria eu ganhei, o máximo que consegui, se não me engano, foi chegar em quarto lugar). Agradeço a todos pela paciência, principalmente daqueles que tiveram o azar de cair no mesmo time que eu xD

Resumindo, adorei a jogatina, não me arrependo de ter ficado jogando com os nintenerdicos bem no dia de meu aniversário, e espero conseguir jogar novamente com essa galera.

Bem, acho que o meu aniversário este ano foi assim, sossegada em casa e com bastante jogatina, tem coisa melhor? 😀

Read Full Post »

Older Posts »